Combate ao mofo

Compartilhe:
Laboratórios do IPT são capacitados para avaliar tintas formuladas com substâncias ativas que evitam a proliferação de bolores em edificações

As recorrentes mudanças de clima e umidade nos ambientes domésticos contribuem para a proliferação de bolores, resultando no popular ‘mofo’ que acarreta na piora na qualidade sanitária das habitações.

Na busca de soluções para garantir a qualidade do ambiente doméstico, pode-se incorporar substâncias ativas em materiais de revestimento: preparar tintas formuladas com substâncias para tal finalidade, por exemplo, pode contribuir para a preservação da qualidade microbiológica quando aplicadas em estruturas prediais, pois irão reduzir a proliferação dos bolores causadores de mofo.

É possível avaliar a eficácia de tintas preparadas com aditivos antimicrobianos em inibir a proliferação de bolores pelo ensaios descritos pelas normas técnicas ABNT NBR 14941 e ABNT NBR 15987.

Tais normas se baseiam na avaliação visual do crescimento de duas espécies de fungos, por um período de 14 dias, quando expostas a uma amostra de tinta sob análise.

A tinta será considerada eficaz como material antimicrobiano ao não se observar o crescimento dos dois fungos sobre os corpos de prova preparados com a tinta sob avaliação.

A escolha da norma é ditada pelo local de utilização pretendido para tinta. A norma ABNT NBR 14941 considera a aplicação em ambientes interiores pois não usa processo de lixiviação (simulando o desgaste por exposição as condições ambientais), ao passo que a ABNT NBR 15987 é adequada para avaliações em ambientes exteriores.

Laboratório de Biotecnologia Industrial e o Laboratório de Materiais para Produtos de Construção do IPT atuam em parceria no oferecimento destes ensaios como serviços para fabricantes de tintas. Desta forma, o Instituto contribui para que produtos comprovados quanto a estas propriedades diferenciadas cheguem aos consumidores, permitindo a melhoria da qualidade de vida das pessoas.

INSCREVA-se em nossa newsletter

Receba nossas novidades em seu e-mail.

SUBSCRIBE to our newsletter

Receive our news in your email.