Proteção catódica de estrutura de concreto armado antes e após o estabelecimento de processo corrosivo

Compartilhe:
Resumo:

A garantia da durabilidade de estruturas de concreto é cada vez mais requerida, em especial em obras que exigem alto investimento e de grande impacto socioambiental. No Brasil, o estudo da durabilidade de estruturas de concreto tem recebido cada vez mais atenção, entretanto, ainda são restritos os estudos, bem como a aplicação de técnicas de proteção contra corrosão, como a técnica de proteção catódica por corrente impressa (PCCI) que é tema deste artigo. A operação de sistema PCCI, antes e após o estabelecimento do processo corrosivo na armadura de estruturas novas, foi simulada em corpos de prova (CPs) submetidos a ciclos de contaminação com solução salina. Em CPs de referência foi acompanhado o potencial de circuito aberto e a carga acumulada. Os resultados mostraram a necessidade de ajustes periódicos no sistema para manter o atendimento ao critério estabelecido. A operação do sistema para a condição de aço passivo exigiu uma densidade de corrente de proteção bem menor do que após o estabelecimento de estado ativo.


Referência:
ARAÚJO, Adriana de; CARDOSO, Juliana Lopes; RIBEIRO, José Luis Serra; BRAGA, Marcos V.S.; ROSA, Thales Gomes; PANOSSIAN, Zehbour.Proteção catódica de estrutura de concreto armado antes e após o estabelecimento de processo corrosivo. In: CONFERÊNCIA SOBRE TECNOLOGIA DE EQUIPAMENTOS, COTEQ, 2019, Rio de Janeiro. Anais… 10 p.

Logar ao BiblioInfo, Biblioteca DAIT/IPT para acessar o artigo em PDF. Documento protegido com senha, solicite ao Atendimento/Biblioteca – DAIT/IPT:

https://escriba.ipt.br/pdf_restrito/176120.pdf

INSCREVA-se em nossa newsletter

Receba nossas novidades em seu e-mail.

SUBSCRIBE to our newsletter

Receive our news in your email.