IA aplicada à Indústria 4.0

Compartilhe:
A Fundação de Amparo á Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) destinará recursos da ordem de cinco milhões de reais, nos próximos cinco anos, para o desenvolvimento de pesquisas científicas, tecnológicas e de inovação, para implantação no Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) de um Centro de Pesquisa Aplicada em Inteligência Artificial (IA) com foco na Indústria  4.0 no Brasil. A iniciativa conta com as empresas parceiras Bosch, Braskem, Stellantis, Klabin, Siemens Energy e Siemens. 

O projeto recém-aprovado foi submetido pelo IPT atendendo a chamada pública feita pela Fapesp, Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e Comitê Gestor da Internet (CGI),
 Objetivo é equipar o setor produtivo nacional com ferramentas avançadas, desenvolvendo e disponibilizando aplicações de IA que concorrerão para a implantação e consolidação da Indústria 4.0 no país
 Objetivo é equipar o setor produtivo nacional com ferramentas avançadas, desenvolvendo e disponibilizando aplicações de IA que concorrerão para a implantação e consolidação da Indústria 4.0 no país
e será coordenado pelo diretor-presidente do Instituto, Jefferson de Oliveira Gomes.

O objetivo é equipar o setor produtivo nacional com ferramentas avançadas, desenvolvendo e disponibilizando aplicações de IA que concorrerão para a implantação e consolidação da Indústria 4.0 no país. 

O projeto do centro de pesquisa envolverá parcerias com instituições nacionais de pesquisa como a USP, Unicamp, Unesp, ITA, Unifesp e UTFPR, entre outras. Terá a participação de 73 pesquisadores associados, 11 pesquisadores principais e nove instituições internacionais de pesquisa. Entre elas estão o Instituto Fraunhofer da Alemanha, University Southern Denmark, Universidade Politécnica da Catalunha, Universidade do Minho em Portugal e RWTH Aachen University.

INSCREVA-se em nossa newsletter

Receba nossas novidades em seu e-mail.

SUBSCRIBE to our newsletter

Receive our news in your email.