Investigação geofísica de ambientes submersos

Compartilhe:
Os métodos geofísicos constituem um conjunto de ferramentas de investigação com aplicação, em especial, no estudo de áreas submersas rasas (áreas costeiras, rios, lagos e reservatórios), tendo em vista a natural inacessibilidade destes ambientes aos métodos de investigação convencionais.

O IPT utiliza principalmente os métodos sísmicos denominados batimetria (dupla frequência), sonografia (100 e 500 kHz) e perfilagem sísmica contínua (boomer e chirp) para dar suporte técnico a projetos que necessitam de conhecimento geológico e geotécnico de superfícies submersas, como a construção ou redimensionamento de portos e a instalação de molhes, dutos, marinas, pontes e túneis, entre outros. Os dados adquiridos pela utilização desses métodos de investigação dão também suporte a projetos relacionados à regeneração de praias, prospecção mineral, hidrovias, operações de dragagens, instalação de reservatórios para armazenamento de água, ou para contenção de cheias, e também a estudos de assoreamento de rios e reservatórios, além de projetos relacionados a atividades pesqueiras e arqueologia subaquática.

Saiba mais sobre o assunto em nossa Coluna Técnica.

INSCREVA-se em nossa newsletter

Receba nossas novidades em seu e-mail.

SUBSCRIBE to our newsletter

Receive our news in your email.