Desenvolvimento de processos para nacionalização da fabricação de insumos químicos e aditivos

Compartilhe:
Muitas pequenas e médias empresas encontram nichos de mercado na produção de especialidades, cujas matérias-primas são importadas. No entanto, o preço do frete, a proteção do mercado, a flutuação do preço do dólar ou a descontinuidade da importação acabam muitas vezes inviabilizando a linha de produção.

Dessa forma, algumas empresas optam por fabricar localmente matérias-primas “chave” ou aditivos para viabilizarem sua produção, necessitando de suporte tecnológico para o desenvolvimento do processo fabril.

O IPT tem atuado há mais de quarenta anos no desenvolvimento de processos e na melhoria e otimização de processos implantados na indústria química brasileira. Seu principal foco são as pequenas e médias empresas.

O Instituto fornece apoio tecnológico a essas empresas na nacionalização da fabricação de insumos, por meio de levantamentos do estado da arte da sua fabricação, desenvolvimento de processos em escala de laboratório com eventual projeto de adequação de unidade existente ou ainda projeto conceitual de uma nova unidade industrial ou unidade piloto, conforme o tamanho da produção.

Os projetos são desenvolvidos em absoluto sigilo e de acordo com o interesse e as possibilidades do cliente.

INSCREVA-se em nossa newsletter

Receba nossas novidades em seu e-mail.

SUBSCRIBE to our newsletter

Receive our news in your email.