O controle de qualidade na preservação de madeiras

Compartilhe:
Resumo:

A importância da preservação de madeiras no Brasil está diretamente relacionada com a diminuição da pressão sobre as florestas nativas. Também é um estímulo ao reflorestamento no Brasil, pois as espécies aqui plantadas – pinus e eucalipto – uma vez tratadas adequadamente, têm um incremento na sua vida útil, podendo substituir as espécies nativas. Entretanto, para que a madeira oriunda do reflorestamento possa substituir uma espécie nativa, o tratamento químico realizado em usinas de preservação tem que ser adequadamente acompanhado, bem como a madeira tratada produzida deve passar por controle de qualidade para garantir os parâmetros estabelecidos em normas técnicas do setor. Atualmente, muitas usinas de preservação de madeiras funcionam sem o devido registro no IBAMA e a madeira tratada que produzem não atende os requisitos mínimos para ser utilizada como postes, mourões, dormentes e em peças para a construção civil. Normas técnicas publicadas recentemente pela Associação Brasileira de Normas Técnicas, como a NBR 16143 – Preservação de madeiras – Sistema de categorias de uso e a NBR 6232 – Penetração e retenção de preservativos em madeira tratada sob pressão são importantes instrumentos para produção de madeira tratada de qualidade. Este trabalho pretende mostrar a experiência do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo no controle de qualidade de madeira preservada.


Referência:
SILVA, Gisleine Aparecida da. O controle de qualidade na preservação de madeiras. In: ENCONTRO BRASILEIRO EM MADEIRAS E EM ESTRUTURAS DE MADEIRA, 14., 2014, Natal. Anais… 7 p.

Documento com acesso restrito. Logar na BiblioInfo, Biblioteca – DAIT/IPT para acessar o doucmento em PDF:
https://escriba.ipt.br/pdf_restrito/172288.pdf


INSCREVA-se em nossa newsletter

Receba nossas novidades em seu e-mail.

SUBSCRIBE to our newsletter

Receive our news in your email.