Condições de contorno lateral dos corpos de prova submetidos ao ensaio de ação de calor e choque térmico

Compartilhe:
Resumo:

O ensaio de ação de calor e choque térmico é um método utilizado para a avaliação de um dos critérios de desempenho de durabilidade de sistemas de vedações verticais externos (SVVE), conforme definido na ABNT NBR 15.575-4 (2013). O objetivo deste ensaio é avaliar a integridade da parede de fachada e seus revestimentos após sucessivos ciclos de exposição à ação de calor e choque térmico. Caso as bordas laterais dos corpos de prova dos SVVE sejam vinculadas, com restrição aos deslocamentos, podem ser introduzidas tensões sobre o corpo da vedação, maiores que no caso de não haver restrição de movimentação lateral. Apesar desta constatação, verifica-se que de acordo como é realizada esta contenção, pode-se não reproduzir adequadamente a situação proporcionada pela continuidade da parede verificada em situação de uso. O objetivo deste artigo é discutir as formas de vinculação do corpo de prova no ensaio de ação de calor e choque térmico, considerando uma “simulação” das condições de uso em laboratório. Para atingir este objetivo, foram feitas prospecções das reações que a continuidade do corpo de prova proporcionaria em sua borda, considerando-se o efeito de expansão e de retração para cada eixo de movimentação.


Referência:
FONTENELLE, João Heitzmann; MITIDIERI FILHO, Cláudio Vicente. Condições de contorno lateral dos corpos de prova submetidos ao ensaio de ação de calor e choque térmico. In: ENCONTRO NACIONAL DE TECNOLOGIA DO AMBIENTE CONSTRUÍDO, Desafios e perspectivas da internacionalização da construção, 16., 2016, São Paulo. Anais… p. 2413-2423. 

INSCREVA-se em nossa newsletter

Receba nossas novidades em seu e-mail.

SUBSCRIBE to our newsletter

Receive our news in your email.