Competitividade para exportar

Compartilhe:
Dados consolidados do primeiro trimestre de 2016 da Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios (Abimo) mostram uma queda nos números do setor em diversos segmentos, como implantes e equipamentos médicos, na comparação ao mesmo período de 2015. Para enfrentar o cenário de crise, a adequação dos produtos às exigências específicas de um determinado mercado é fundamental e o Programa de Apoio Tecnológico à Exportação (Progex) do IPT é uma das ferramentas disponíveis para auxiliar micro e pequenas empresas no atendimento a estas condições.

Uma reportagem publicada no Diário Oficial do Estado de São Paulo em 29 de abril detalha o serviço oferecido pelo Núcleo de Atendimento Tecnológico à Micro e Pequena Empresa do IPT, com entrevistas da responsável pela unidade, Mari Katayama, e do pesquisador Djair Vitoruzzo. Um case de sucesso atendido pelo Instituto, na empresa Fanem, está também na reportagem: a fabricante de produtos nas áreas neonatal, laboratorial, de fototerapia e de biossegurança exportava em 2002 para cerca de 30 países e, com o apoio do IPT, está presente hoje em 110 mercados.

Leia abaixo a reportagem na íntegra:

INSCREVA-se em nossa newsletter

Receba nossas novidades em seu e-mail.

SUBSCRIBE to our newsletter

Receive our news in your email.