Áreas de risco em Araçatuba e Itapeva

Compartilhe:
A Seção de Investigações, Riscos e Desastres Naturais do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) visitou as cidades de Araçatuba, localizada no oeste paulista, e de Itapeva, no sudoeste do estado, para fazer o levantamento de pontos sujeitos a deslizamentos e inundações. Equipes da TV Tem, afiliada da TV Globo, e do SBT Interior, afiliada do SBT, acompanharam os trabalhos realizados no município, ocasião em que os pesquisadores fotografaram e fizeram uma avaliação das principais áreas para a elaboração de um relatório de classificação de riscos.

O trabalho está inserido no contrato assinado no mês de novembro entre o IPT e a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil do estado de São Paulo para o mapeamento das áreas em 42 municípios abrangidos no Plano Preventivo de Defesa Civil do estado. “Não queremos esperar acontecer um problema para tomar as ações, estamos trabalhando com a gestão dos riscos”, explicou o geólogo e coordenador do projeto, Marcelo Fischer Gramani, em reportagem sobre o mapeamento em Araçatuba para o Jornal SBT Interior. “Vamos elaborar um relatório com indicações de medidas ligadas à engenharia, como canalizações e soluções de assoreamento, e também de orientações para a população na ocorrência de um evento”, completou o geólogo Fabricio Araújo Mirandola. Uma entrevista ao vivo com o coordenador municipal de Defesa Civil, Kerlis Ribeiro de Camargo, também foi exibida.

Em Itapeva, a equipe do IPT identificou sete áreas de risco que precisam de intervenção para evitar enchentes e deslizamentos de terra. Veja abaixo as reportagens exibidas na edição de 9 de junho do Jornal SBT Interior, e de 12 de junho na segunda edição do Tem Notícias da região de Itapetininga:








INSCREVA-se em nossa newsletter

Receba nossas novidades em seu e-mail.

SUBSCRIBE to our newsletter

Receive our news in your email.