Tomografia em árvores

Compartilhe:
O tomógrafo por impulso e o tomógrafo por impedância elétrica, dois novos equipamentos do Laboratório de Preservação de Madeiras e Biodeterioração de Materiais adquiridos dentro do projeto de modernização do IPT, acabam de ser usados para a análise de um pau ferro no projeto de avaliação de 2.200 árvores no bairro paulistano dos Jardins. Os equipamentos trazem informações mais precisas no diagnóstico de árvores quanto à sua condição biológica e ao risco de queda.

A edição de 14 de maio do Jornal da Record levou ao ar uma reportagem sobre o uso das novas tecnologias no levantamento que está sendo realizado pelo IPT em uma parceria com a distribuidora de energia elétrica AES Eletropaulo e a associação de moradores do bairro, a Ame Jardins. Os entrevistados foram o responsável pelo laboratório, Sérgio Brazolin, e o assistente de pesquisas Vinicius Pacheco.

Veja abaixo a reportagem na íntegra.

[vid=96,chapeu=Tomografia em árvores – Jornal da Record – 14 de maio,breve_descricao=]

INSCREVA-se em nossa newsletter

Receba nossas novidades em seu e-mail.

SUBSCRIBE to our newsletter

Receive our news in your email.