Instituto alemão abre escritório em SP

Compartilhe:

Um acordo de cooperação tecnológica foi assinado entre o IPT e a Fraunhofer-Gesellschaft durante a visita da ministra alemã Annette Schavan em março de 2009. Com base nessa parceria, no dia quatro de novembro, três unidades da instituição (IZFP – Instituto de Ensaios Não-Destrutivos, IZM – Instituto de Confiabilidade e Microintegração e IGB – Instituto de Engenharia de Interface e Biotecnologia) abriram em conjunto o primeiro escritório na América Latina em cooperação com o IPT, que disponibiliza um espaço para um representante presente em tempo integral. O escritório é financiado em 50% pelos três institutos, e a outra metade está a cargo do escritório central da Fraunhofer.

Projetos técnicos de mútuo interesse estão em processo de identificação por Cornelia Huelsz Müller, responsável pelo escritório em São Paulo, assim como o levantamento das oportunidades de financiamento e a análise de mercado, por meio de contato com indústrias nacionais.

A Fraunhofer-Gesellschaft foi criada há 60 anos com o apoio do Ministério de Economia da Bavária. A ideia para a nova instituição era desenvolver novas estruturas de pesquisa e dar suporte à reconstrução econômica do país no pós-guerra.

Hoje, a instituição conta com mais de 80 unidades de pesquisa, incluindo 60 unidades em diferentes regiões da Alemanha, onde trabalham cerca de 17 mil empregados. O orçamento anual do órgão é da ordem de 1,5 bilhão de euros, dos quais dois terços vêm de contratos com indústrias e pesquisas para o setor público. Os centros de pesquisas e escritórios de contato da Fraunhofer-Gesellschaft estão localizados na Europa, Estados Unidos, Ásia e Oriente Médio.

INSCREVA-se em nossa newsletter

Receba nossas novidades em seu e-mail.

SUBSCRIBE to our newsletter

Receive our news in your email.