Cruzando fronteiras

Compartilhe:

Uma equipe do Laboratório de Energia Térmica, Motores, Combustíveis e Emissões (LETMCE) realizou no início do mês de novembro um conjunto de medições em usina termoelétrica localizada no Deserto do Atacama, norte do Chile.

O trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência de quatro precipitadores eletrostáticos instalados na Electro Andina, com o uso de instrumentação adquirida recentemente no projeto Moderniza do IPT. Os precipitadores analisados destinam-se à remoção de partículas sólidas presentes nos gases efluentes da queima de carvão mineral e ficam instalados nas chaminés das caldeiras.

anchor

Equipe do IPT avalia eficiência de equipamentos em termoelétrica chilena
Equipe do IPT avalia eficiência de equipamentos em termoelétrica chilena

“O trabalho do IPT foi avaliar as condições de entrada e saída dos gases nos precipitadores, com foco na concentração de particulados”, explica Renato Vergnhanini, pesquisador e coordenador da equipe que incluiu os técnicos Samuel Duarte e Luiz Cornatione. “Medimos também a temperatura, pressão, vazão e velocidade dos gases, assim como seus teores de oxigênio, monóxido de carbono e monóxido de nitrogênio”.

Os principais instrumentos usados nas medições foram o alemão Gravimat, para a determinação da concentração de partículas em gases, e o italiano Unigas, que é um medidor dos constituintes gasosos. O trabalho do laboratório, voltado à emissão de laudos para a melhoria da eficiência energética e redução das emissões de poluentes atmosféricos, será concluído nos próximos dias com a entrega do relatório de diagnóstico.

INSCREVA-se em nossa newsletter

Receba nossas novidades em seu e-mail.

SUBSCRIBE to our newsletter

Receive our news in your email.